An error has occurred

Samba no Rio de Janeiro | Ipanema Beach Hostel

Samba no Rio de Janeiro

Impossível ir ao Rio de Janeiro e não curtir um samba. A cidade respira e transpira este ritmo que, ao longo dos 100 anos de tradição, encontrou diversos redutos para se manter vivo e em eterna mudança. Seria bem difícil listar todos os locais que têm samba correndo na veia, mas separamos algumas das melhores dicas pra vocês. Ah, e é samba que carioca curte e não feito para atrair turistas.

 

PEDRA DO SAL

Situada numa das entradas do Morro da Conceição, a Pedra do Sal é hoje um dos principais redutos do samba carioca, com rodas de samba às segundas, quartas e sextas-feiras, sempre das18h às 22h, em respeito ao caráter residencial da região. É ideal para quem quer curtir ao ar livre, em um cenário histórico de charme. A entrada é franca.

Vale ressaltar a importância histórica do local, que após ser o local onde o sal era descarregado pelos escravos, se tornou um ponto de encontro de sambistas de toda a cidade, e tem, ainda hoje, famílias remanescentes de comunidades quilombolas da região.

Endereço: Largo João da Baiana, Rua Argemiro Bulcão, Saúde. Dias de samba: segunda, quarta e sexta, das 18h às 22h.

Mais infos: http://mapadecultura.rj.gov.br/manchete/roda-de-samba-da-pedra-do-sal

 

SAMBA DO TRABALHADOR

samba do trabalhador

Criado por Moacyr L uz, o Samba do Trabalhador é destinado aos profissionais da música, que normalmente não trabalham na segunda-feira, podendo assim curtir um samba da melhor qualidade e “sem compromisso”.  A roda começa sempre às 17h no Clube Renascença, no Andaraí, e, apesar de ser às segundas-feiras, chega a reunir cerca de mil pessoas por edição

.samba do trabalhador

 

Mais infos: https://www.facebook.com/MoacyrLuzESambaDoTrabalhador/

Endereço: Rua Barão de São Francisco, 54, Andaraí.

Dias de samba: Segunda-feira, às 17h.

 

 

TRAPICHE GAMBOA

trapiche gamboa

Um casarão antigo, tem uma decoração bem tradicional. Sua programação é toda dedicada ao samba. Às segundas, a tradicional roda com o grupo Samba de Fato. Às quintas, o grupo Razões Africanas vai um pouco além, com ciranda e jongo

Endereço: R. Sacadura Cabral, 155 - Praça Maua, Rio de Janeiro - RJ, 20081-261

Telefone: (21) 2233-9276

Mais infos: Trapiche Gamboa

 

BECO DO RATO

Num charmoso cantinho da Joaquim Silva, na Lapa, funciona desde 2005 o Beco do Rato, lugar de música boa, cultura, gente bonita, personalidades, cerveja gelada e ótimos petiscos.

O Beco, que já foi palco para o gogó de Luiz Melodia, Toninho Geraes, Wilson Moreira, Moacyr Luz, Tia Surica, Beth Carvalho, entre muitos outros, era um espaço desprezado da Lapa quando Márcio Pacheco, criador também do Samba Luzia, criou seu bar, aberto inicialmente como um depósito de bebidas, e ajudou a revitalizar a região, próxima à famosa Escadaria Selarón. “Muito antes do Beco do Rato, naquele pedaço de rua entre a Joaquim Silva e Moraes e Vale, moraram Chiquinha Gonzaga e Madame Satã. Manuel Bandeira, Noel Rosa, Sinhô e Portinari freqüentemente também andavam por ali”. Saiba mais sobre a história no site oficial do Beco do Rato!

Endereço: Rua Joaquim Silva, 11, Lapa.

Dias de samba: Terça e Sexta, com certeza. Outros dias também, mas vale consultar a agenda.

 

SAMBA LUZIA

Ele surgiu em 2006, de uma conversa entre Moacyr Luz e Márcio Pacheco no Beco do Rato para movimentar o Clube Santa Luzia, que estava com pouca programação musical e logo virou parada obrigatória para os amantes do samba. Tem vista privilegiada da Baía de Guanabara, de onde se tem Cristo Redentor, Pão de Açúcar, Outeiro da Glória e Santa Teresa.

Saiba mais em: https://www.facebook.com/Samba-Luzia-Rio-Oficial-194755663953069/

Endereço: Clube Santa Luzia - Av. Almirante Silvio de Noronha, 300 (ao lado do Aeroporto Santos Dumont). 

Dia de samba: Todas as sextas. Abertura da casa às 20 h, início da roda de samba às 22 h.

 

 

SAMBA DA OUVIDOR

Uma roda de amigos que funciona conforme a disponibilidade de agenda de todos os envolvidos e reúne centenas de pessoas na esquina da Rua do Ouvidor com a Rua do Mercado, onde durante os dias de semana funciona a Bolsa de Valores do Rio de Janeiro. O perfil dos frequentadores é bem democrático, variando entre jovens e famílias inteiras. A entrada é franca.

O diferencial do Samba do Ouvidor são os sambas mais robustos, de sambistas consagrados como Candeia, Manacéia e Mestre Fuleiro que fazem o Samba da Ouvidor um dos preferidos daqueles que conhecem e buscam conhecer o samba em todas as suas essências. A democrática roda de samba ajudou a fazer com que a área, vizinha à Praça XV, mudasse de cara: outrora um deserto, hoje fervilha de opções gastronômicas e culturais.

 

Endereço: Esquina da Rua do Ouvidor com a Rua do Mercado, arredores da Praça XV e do Paço Imperial.

Dias de samba: Sábados previamente anunciados. Confira em https://www.facebook.com/SambaDaOuvidor/

 

 

BIP BIP

samba bip bip copacabana

É um dos únicos bares de Copacabana dedicados ao samba e chorinho. Músicos profissionais e amadores se unem numa roda apaixonante e apaixonada e são os únicos a se sentar, todos os outros curtem o samba de pé. Mas, ao contrário do que possa parecer, não tem mordomia: eles não ganham nem um centavo pela roda e ainda pagam a cerveja que consomem.

O Bip Bip foi criado por Alfredinho na década de 60 e se mantém como um local tradicional e sem frescura. Não há garçons e nenhum outro tipo de luxo. Ideal para quem quer curtir um samba bem à vontade. Fica na Rua Almirante Gonçalves, 50. As noites de samba acontecem nas quintas, sextas e domingos.

Endereço: Rua Almirante Gonçalves, 50 - loja D, Copacabana, Rio de Janeiro - RJ

Dias de samba: 
Chorinho às segundas e terças-feiras
Bossa Nova às quartas-feiras
Samba às quintas, sextas e domingos.

Saiba mais: https://www.facebook.com/barbipbip

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp chat